Venda de medicamentos

Para alem da venda e de um melhor acesso aos medicamentos sem receita médica, os preços vão ser liberalizados. Espero sinceramente que isso faça com que os preços baixem e não aconteça como nos combustíveis.
Acho que só pode trazer vantagens promover a concorrência no sector. Estando excluída a situação do livre acesso do consumidor à prateleira com medicamentos, como caberá ao Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (Infarmed), a fiscalização e controlo dos pontos de venda e das condições de acondicionamento e dispensa, que terá de ser efectuada por técnicos habilitados, farmacêuticos ou técnicos de farmácia.
Como as entidades que pretendam vender medicamentos não vão necessitar de um licenciamento do Infarmed, mas apenas de efectuar um pré-registo naquele instituto. Os consumidores poderão assim beneficiar de mais locais de distribuição e de preços mais baixos no que respeita a esses medicamentos. Agora deve o próximo passo ser a liberalização da criação de farmácias!

Anúncios
Explore posts in the same categories: ... da Política & sociedade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: