Revivescendo…

Tento recordar….
Desesperadamente!!!
Todos os momentos
Que amei!
Todas as noites
Em que chorei.
Todas as noites
Que te acolhi…
Que sorri, e que morri!
Noites que me perdi…
Só para te encontrar.
Hoje sei que sou…
Menos que um pedinte…
Esmolando afeição!
Peço esmolas de amor…
Esmolas de aceitação.
Mas tudo me negas…!
Tudo me desilude!
Até a paixão…
Pois como posso amar?
Como posso chorar?
Se mataste meu coração?
Parece mentira!
Eu sei….
Mas não deve ser….
Pois o dia em que amei…
Foi o dia…
Que cessei de viver!
E se hoje ressuscito…
Com um novo coração…
Sei que vou chorar…
Sei que vou sofrer…
Mas vou arriscar…
Pois se para viver,
Tenho de falecer!
Eu persisto, e insisto…
Vou até ao fundo…
Sei que morri para ti!
Para poder nascer …
Para o mundo!

 

Barbara Duarte

Anúncios
Explore posts in the same categories: ... da Poesia

2 comentários em “Revivescendo…”

  1. Zé Minhoto Says:

    O primeiro poema cheira-me a um libertar de grilhetas nunca aceites, um renascer para a vida e para o mundo.
    O teu inconformismo é um bálsamo para todos nós.
    Obrigado Barbara, por este momento

  2. BecasDuarte Says:

    Barbara, o zé escolheu mto bem kem o ajudar no blog, nao me lembro de ninguem melhor…
    Luv U babi, continua com os poemas, que so fazem bem, e ve se passas no meu space, VO!!!!
    lol
    fika bem

    luv u

    a gaja da porta d cima


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: