Sinais da crise

A bolsa chegou ontem ao ponto mais alto dos últimos cinco anos. Assistimos a uma corrida popular à Galp e não era porque a gasolina subia no dia seguinte. Onze, e já são onze!, as operações de aquisição que foram lançadas este ano a empresas cotadas no mercado. Onde está a crise num país onde não falta dinheiro?

Há crise para a família Azevedo, quando levanta mais de 15 mil milhões e se endivida até aos cabelos para avançar sobre a PT? E há crise para a família Fino, quando quer assumir o controlo da Soares da Costa? E de que crise se queixa António Mota quando lança três OPA sobre o grupo Tertir?

E de que crise afinal padece o sector da comunicação social em Portugal, quando a Prisa assume as rédeas da corrida ao grupo da TVI e lança uma oferta para o controlo total das acções?

Não há crise para bilionários que se endividam. Não há crise para o pequeno investidor que revisita o espírito do capitalismo popular dos anos 90 e se esgatanha por comprar a preço elevado uma participação na petrolífera.

É inegável o contraste entre a indignação quase sempre justa daqueles que são o alvo dessas reformas que é cega e não pensa nas pessoas, nos seus problemas e na sua sustentabilidade enquanto família.

E os outros que, não lhe sendo naturalmente alheios, não são apanhados pela mobilidade dentro do Estado, pelo novo Estatuto dos Professores, pelas novas leis das Finanças Locais e das Finanças Regionais.

A crise só está instalada no cidadão comum, que vive dos seus parcos salários e que não consegue esticar mais o pouco dinheiro, que sobra dos impostos.

Anúncios
Explore posts in the same categories: ... da Política & sociedade

2 comentários em “Sinais da crise”

  1. ligia Says:

    Crise e mais crises ,que afetam simplesmente o trabalhador que luta bravamente ,paga exorbitantes impostos,e sofrem no esticar do sãlário.E para os outros????????
    Ligia

  2. Helena Says:

    vivemos num mundo egoista, que fazer a isso ?
    uns morrem a fome, enquanto outros ainda querem ser mais ricos do que ricos
    e para que ? um dia acabamos todos da mesma maneira..
    uns pensam que em ser mais ricos que ricos serao mais felizes..
    ai eles estao enganados, como lhes fazer comprender isso ?
    convido te a visitar meu novo blog, diz me se gostas, ta ? também podes dizer se nao gostastes..
    um beijo


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: