RETALHOS: A chegada e a ida para a guerra (fim)

bcp1.jpg

No militar profissional, que fazia da guerra uma forma de vida, vi, através do seu olhar, uma estúpida alegria pela façanha de apanhar um militar a dormir no posto. Não se importava com as atenuantes justificadas por uma viagem tormentosa, num barco apinhado de militares, em que nenhum estômago conseguiu sossegar durante esses dias. Esta proeza custou-me mais um castigo, desta feita um dos mais humilhantes que um militar, em especial um pára-quedista, pode sofrer. Quinze dias de detenção militar mais uma carecada que não me perturbou rigorosamente nada. Fui proibido de usar a Boina Verde, andei em cabelo. Foi-me retirado o Brevete e o crachá e até o cinto, que dá um ar mais humano quando fardados, me foi tirado. Não pude sair do quartel. Sempre que o batalhão formava na parada ali estava eu com mais alguns detidos, ao lado do oficial-de-dia, com a vergonha estampada no rosto, virado para os meus camaradas de forma a todos saberem que eu estava detido. Foi humilhante demais. Paguei bem caro o ser fiel e camarada dos meus companheiros. No entanto, nem sequer sonhei em fazê-lo, denunciar, nunca. Ali, aprendi, para toda a vida, que o valor da solidariedade, da amizade e do respeito se sobrepõe a tudo. Foram dias difíceis, muito difíceis de ultrapassar, mas a forma como respeitei esses valores fizeram de mim um homem diferente, mais respeitado por todos, sejam eles iguais ou superiores na patente.

Passada essa fase menos boa, da qual não me orgulho nem me arrependo, fui logo mobilizado para uma operação militar de alto risco em Marimba. Situada na fronteira com o Zaire, era aqui que um pelotão do exército estava a ser fustigado por “terroristas”. Não era normal neste tipo de operações levarem novatos, isso estava sempre destinado aos mais experientes e com mais tempo de guerra. Fiquei sempre na dúvida se não terá sido um prolongamento do castigo.

O Noratlas já nos esperava na base. Desta vez, não era para me proporcionar a fantástica leveza de um salto em pára-quedas, mas sim, levar-me ao encontro do IN…

Anúncios
Explore posts in the same categories: ... da Guerra

6 comentários em “RETALHOS: A chegada e a ida para a guerra (fim)”

  1. Helena Says:

    Sempre bém escrito, é um prazer a ler..
    quando leio esta parte da tua vida, faz pensar nos jovens que continuam a ir para a guerra..
    Quando acabarao estas guerras ? quando deixarao de mandar jovens “para a morte”? quando ?
    um beijo


  2. Como este epsódio continua o anterior, assim o faço também neste comentário, apenas complementando que, mostras aqui a tua capacidade de te manteres íntegro, fiel aos teus bons princípios, por razões que só tu mesmo sabes, e que até hoje demonstras nas tuas atitudes com todas as pessoas, e reforças no final do texto quando não completas a última palavra. Magnífico respeito e intehridade.

    Sou cada vez mais sua fã, além de amiga, por tudo o que és. Por favor escreve um livro.

    Beijos.

    May

  3. ligia Says:

    Altas patentes,posições,sendo usadas por pessoas com enorme dureza interior,aproveitando de pequenas situações para destilar suas injustiças.
    Mas a grandeza,da sua integridade,e solidariedade ,acenderam a luz da esperança e certeza que existem pessoas maravilhosas.
    Ligia

  4. Maria Says:

    …como ñ quero que ningúem veja vou mandar para o teu mail um pedacinho da minha “guerra”. Um beijo, até lá.

  5. Silvia Mota Says:

    Simplesmente lindo…..

    Adoro a tua maneira de expor as coisas….

    A guera não te tornou numa pessoa melhor, pk isso tenho a certeza k já o eras, colocou te sim…numa situação extrema, onde os valores k possuimos são de certa maneira postos á prova, mostrando o k de melhor á de nós…. a amizade, solidariedade, companheirismo

    Parabens pelos textos

    e principalmente parabens pela pessoa bonita que és..

    Beijos desta nova amiga

  6. São B. Says:

    Olá amigo zé, sabes que não tenho tanto tempo como gostaria para vir aqui, mas é com prazer que o faço sempre que posso. Continua, parabéns e um abraço.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: